Início GERAL "Aqui não tomamos medidas precipitadas", afirma Doria

“Aqui não tomamos medidas precipitadas”, afirma Doria


source
João Doria arrow-options
Agência Brasil

Governador de São Paulo João Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (26) que “aqui não tomamos medidas precipitadas”. A fala de Doria se refere à declaração do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que na última quarta-feira (25) disse que a quarentena foi uma medida precipitada.

“”Todas as decisões do governo do estado de São Paulo na área de saúde e na área econômica são fundamentadas em dados e em estudos feitos por grupos de trabalho”, completou o governador.

A quarentena obrigatória está em curso no estado de São Paulo desde ontem (25) e ficará em vigor até o dia 7 de abril. “Queria cumprimentar os brasileiros de São Paulo por estarem cumprindo solidariamente a quarentena”, disse Doria.

Doria se referiu ainda ao presidente Jair Bolsonaro, que chamou a covid-19 de “gripezinha”. “Não pense que é uma gripezinha, um resfriadozinho”, disse o governador. “Podemos acertar e errar. Só não podemos minimizar atitudes”, completou. 

Ele continuou: “O passado recente mostrou claramente que o tempo do nós contra eles não resolve. O momento agora é da vida contra a morte. Continuaremos aqui em São Paulo tratando de vidas, e não de eleição”.

Reunião de governadores

João Doria se referiu ainda à reunião entre os governadores que aconteceu na última quarta. Depois do encontro virtual, todos os líderes estaduais assinaram uma carta com reivindicações de ordem econômica para o governo federal.

“A partir de hoje vamos aguardar a decisão, a manifestação e, eu espero, a operacionalização do governo federal”. O governador paulista acredita que medidas de auxílio financeiro aos estados devem ser anunciadas pelo governo federal nas próximas 72h.

*Matéria em atualização

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments