Início NOTÍCIAS RONDONÓPOLIS UPA adota medidas para dar maior agilidade no atendimento de paciente suspeitos...

UPA adota medidas para dar maior agilidade no atendimento de paciente suspeitos de coronavírus


.

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Rondonópolis adotou novas medidas para triar e atender com mais agilidade os pacientes que apresentarem sintomas do Covid-19, o coranavírus. Agora, além de um enfermeiro, a triagem é feita conta com a presença de um médico. De acordo com a diretora da UPA, Vânia Scapini, a medida faz parte dos protocolos internos específicos e adequações que foram adotados com o início da pandemia.

“O novo fluxo de atendimento foi estabelecido devido à necessidade de diminuir o risco de contágio do Covid-19, e atender com qualidade e rapidez aos pacientes que apresentarem sintomas do novo coronavírus”, comentou a coordenadora da UPA, acrescentando que os pacientes que tiverem sintomas serão atendidos com prioridade e isolados para realização de exame.

Ela cita que na triagem, caso a doença seja descartada, a pessoa será dispensada dali mesmo, evitando, assim, sua permanência dentro da UPA. “Porém, caso seja avaliada como suspeita do coronavírus, os profissionais a encaminha para a sala de isolamento na unidade para maiores cuidados, como realização de exames”.

Ela destaca que a UPA está seguindo todos os protocolos e critérios recomendados pelo Ministério da Saúde para atendimento a pacientes com suspeita do COVID-19.

Desde o dia 17, as visitas aos pacientes e a permanência de acompanhantes na unidade estão suspensas. Só estão liberadas as entradas de acompanhantes nos casos garantidos por lei e mediante avaliação prévia da equipe da unidade. Os acompanhantes terão de passar pelo processo de higienização necessário antes da entrada na observação e não será permitido que permaneçam no box de emergência.

Vânia salientou, também, que a UPA adotou uma série de medidas de segurança aos profissionais de saúde em contato com os pacientes. “Todos estão devidamente protegidos com EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para fazer atendimentos”, disse, destacando que a situação é monitorada de perto por uma comissão de acompanhamento que foi crida. “Estamos atentos e novas medidas podem ser adotas conforme vai sendo verificada a necessidade”.

Orientações fundamentais

A coordenação da UPA orienta a população a somente procurar a unidade em casos de urgência e emergência. Pacientes com sintomas leves de doenças, resfriados ou que necessitem apenas de consulta médica não devem ir até a UPA. Tanto adultos como idosos devem procurar unidades de saúde quando não tiverem sintomas que necessitem de atendimento urgente.

Recomenda, ainda, os idosos a se manterem em casa. A ida até o hospital somente deve ocorrer caso o atendimento necessário seja de urgência e emergência. Adultos também não devem se dirigir até a UPA quando o caso não for de urgência.

Transmissão

A infecção pelo coronavírus teve início, em dezembro de 2019, na China e se espalhou pelo mundo, sendo considerada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O coronavírus pode ser transmitido de forma semelhante à influenza ou outros vírus respiratórios, pelas gotículas respiratórias, por tosses e espirros em curta distância, ou contato com objetos contaminados pelo vírus. Confira dicas de prevenção: 

 • Lavar as mãos com frequência, ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento. 

 • Utilizar lenço descartável para higiene nasal. 

 • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir. 

 • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar. 

 • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas. 

 • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.

Fonte:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments